Ben Fulford "Cisne Negro" e "Atentados Paris"

21/02/2015 22:20

O Evento “Cisne Negro”




Ben Fulford – 23.12.2014
Regime Norte-Americano sob ataque sem precedentes... evento “cisne negro” é iminente.
 
A cabala nazista, que ilegalmente se apoderou do poder no Ocidente, encenando o caso de assassinato em massa de 11.09.2001, está prestes a ruir.
Isto pode ser visto pelos crescentes pedidos de prisões de figuras proeminentes do regime anterior de Bush, não só (publicado) pelos líderes mundiais, mas agora até pelos cachorrinhos do "establishment", como o New York Times.
O fato do New York Times ter publicado este editorial, significa que o lobby judaico tradicional, finalmente percebeu que o "Neo-con" foi apenas um eufemismo para  o termo Neonazista.
Algumas pessoas chaves estarão fora do poder nos próximos dias, levando à queda do regime fascista da cabala, trazendo a liberdade para a humanidade.
Essas pessoas incluem o presidente corporativo dos EUA, Barack Obama, o primeiro-ministro escravo japonês Shinzo Abe, o ditador secreto do reino Unido Jeremy Heywood e a chefe do Federal Reserve Janet Yellen.
A pessoa chave a derrubar é o presidente corporativo dos Estados Unidos, Barack Obama.
Isso deve ser simples, porque tem apenas 15% de apoio entre os militares dos EUA. Obama pode ser apenas um fantoche, mas é publicamente um sinal visível da continuidade do domínio da cabala. Obama cometeu fraude para se tornar presidente.
Em sua autobiografia, "Sonhos de meu Pai", escreveu que seu pai era um veterano da II Guerra Mundial. No entanto, a certidão de nascimento de Obama, emitida, diz que seu pai tinha 25 anos quando nasceu em 1961. Isso significa que o seu pai "veterano", tinha apenas 9 anos quando a guerra terminou.
Além disso, Obama confirmou seu papel como um fantoche da cabala, repetindo publicamente mentiras nazistas sobre o 11.09.2001.
Felizmente, o secretário de Defesa, Ashton Carter, recém-indicado, aproveitará o seu destino, levando a restauração da República dos Estados Unidos.
O regime escravo japonês liderado por Shinzo Abe é um outro registro chave que deve ser derrubado.
Agora existe esmagadora evidência que Abe "ganhou" as eleições gerais de 14 de dezembro, através de uma maciça fraude.
O chefe do Partido da Independência do Japão, Richard Koshimizu e muitos outros mostraram a polícia e a jornalistas provas extensivas destas, na semana passada. Por exemplo, a seita budista Sokka Gakkai, cujo partido político é o regime de Abe, reuniu fiéis de todo o país para "subescrever seus votos em confiança", diz Koshimizu.
Estes documentos sobre as "práticas de votações" foram levados para locais não revelados, acrescenta.
Koshimizu, que também mostrou a este escritor, vídeos realizados com câmeras ocultas, mostrando como as máquinas de contagem de votos, contavam automaticamente votos em branco muito depois da votação ser encerrada e os votos contados.
Muitos processos judiciais estão em preparação contra esta última farsa eleitoral da PIJ e outros.
Se Abe ainda permanecer no poder, o Japão será saqueado a ponto de falência, com a finalidade de tentar escorar os chefes nazistas do fantoche Abe. No entanto, Abe perdeu apoio entre direitistas japoneses e mesmo entre seus contatos da CIA.
Richard Armitage, o presidente nazista dos EUA no Japão, enviou mensagens para a “Sociedade do Dragão Branco”, tentando organizar algum tipo de mudança pacífica de poder em troca de anistia. Isso pode ser arranjado, já que a SDB está mais interessada em salvar o planeta do que na busca de vingança.
A situação no Reino Unido, também está chegando num ponto de inflexão.
As investigações policiais em curso sobre uma rede de pedofilia de alto nível dentro do governo do Reino Unido é um sinal mais óbvio disso.
A ideia fundamental deste trabalho é demonstrar que eram os políticos que estavam sendo chantageados por pedófilos que assinaram entregar a independência do Reino Unido ao governo nazista de Bush.
Uma vez que isto seja demonstrado, o Reino Unido poderia declarar os tratados assinados com a UE como inválidos.
A velha guarda está lutando arduamente para impedir que isso aconteça.
Neste momento, o controle fascista do reino Unido se concentra sobre Jeremy Heywood, secretário de gabinete e chefe do governo, de acordo com fontes do MI5.
O principal aliado de Heywood é John Scarlett, chefe do MI6, de 2004 a 2009. Scarlett  agora é um consultor do Morgan Stanley. Heywood e Scarlett estão ligados ao "dossiê desertor" ("dodgy dossier"), que ajudou o primeiro ministro escravo de Bush, Tony Blair, a arrastar o Reino Unido para a invasão ilegal do Iraque.
Se Heywood for removido, o poder nazista no Reino Unido entrará em colapso, dizem fontes do MI5.
Os nazistas do Reino Unido, é claro, estão se defendendo. Por exemplo, recentemente alguém começou a fazer tantas apostas de que a rainha estava prestes a anunciar sua renúncia, que os corretores de apostas de Londres pararam de aceitar apostas sobre o assunto.
Também houve muita ação na semana passada entre as diversas partes que têm lutado para iniciar um novo sistema financeiro. Michael Cottrell, que era um dos agentes que ajudaram a levar à falência da União Soviética, fez a seguinte declaração:
 
"Eu, MICHAEL C. COTTRELL, BA (Licenciado em Letras), MS (Licenciado em Ciencias), pelo presente juro e afirmo OS SEGUINTES FATOS:
1.  ESTE  É O DIA 24, O NATAL QUE EU E MINHA FAMÍLIA TIVEMOS QUE SUPORTAR A TORTURA DA CABALA BUSH-CLINTON-RESERVA FEDERAL (RAT:? Readiness Assessment Team)... COM TODOS ATRIBUTOS MENTAIS E FISICOS DE PRIVAÇÃO ECONOMICA PRIVADA – PELO ROUBO DE MEU NOME, PASSAPORTE, ASSINATURAS E AUTORIZAÇÕES DA EMPRESA INVESTIMENTOS DA EMPRESA PENSILVANIA  INVESTMENTS, INC. (EST 12 1984), NIAGARA SECURITIES, INC. (EST JANEIRO  1990) e JANUS, LLC. (EST 2002).

2.  QUE A PERDA DE VIGÊNCIA DAS AUTORIZAÇÕES E DE FUNCIONAMENTO DE DELMARVA E EMPRESAS ANTERIORMENTE CITADAS, FORAM ROUBADAS POR UM GRUPO QUE ESTAVA SOB O CONTROLE DIRETO OU INDIRETO DE GHW BUSH, SR. (OFAC 2001 E O BANCO CONTINENTAL DE ILLINOIS), RICHRAD B. CHENEY (JANEIRO DE 2002), GW BUSH (2000 a 2008), BARACK OBAMA (2009-PRES.) – NEAL, BUSH, JEB BUSH, JEFFERSON CLINTON E HILLARY CLINTON, O SECRETÁRIO DO TESOURO, PAUL H. O'NEAL, O SECRETÁRIO HENRY M. PAULSON, JR E O SECRETARIO DA FAZENDA LEVY;
3. QUE FORAM ESCRITOS AVISOS PARA REDIRECIONAR (ISTO) A CASA BRANCA, AO TESOURO DOS ESTADOS UNIDOS E A SUA MEJESTADE, A RAINHA ELIZABETH II E A SUA ALTEZA REAL, O DUQUE DE EDIMBURGO - EM VÃO.

4. QUE, DESDE 31 DE DEZEMBRO DE 2010, DEPOIS DAS TENTATIVAS FRACASSADAS DO G-7 e G-20 PARA IMPLEMENTAR UM NOVO SISTEMA BANCÁRIO TRANSPARENTE (TOTAL OU PARCIALMENTE BASEADO EM DADOS APRESENTADOS POR MICHAEL C. COTTRELL, BA, MS POR  CRISTOPHER STORY) A SUA MAJESTADE A RAINHA ELIZABETH E AO DUQUE DE EDIMBURGO (VIA MR CHRISTOPHER STORY E O ADVOGADO A. CLIFTON HODGE (CSBN 046.803), OS MEMBROS DO G8 E A REPÚBLICA POPULAR DA CHINA, TOMARAM UM RUMO DIFERENTE PARA ELIMINAR A ANTERIORMENTE CITADA CABALA BUSH-CLINTON - RESERVA FEDERAL "RATAZANAS" E  O SISTEMA FIDUCIÁRIO E DE DERIVADOS EM PROCESSO DE FALÊNCIA, QUE FOI A DESTRUIÇÃO DA ECONOMIA MUNDIAL;
5.  QUE, EM 21 DE MARÇO DE 2013, APROXIMADAMENTE, MAIS DE 200 PAÍSES ASSINARAM UM "TRATADO DE OURO", DESIGNANDO EMPRÉSTIMOS, EM MASSA, QUE SATISFARIA A LISTA DE BASILEIA III E ELIMINARIA O SISTEMA FIDUCIÁRIO E DE  DERIVADOS DE UMA VEZ POR TODAS, INCLUSIVE COM O NOME ESPECIFICO E DE COLOCAÇÃO DE MICHAEL C. COTTRELL, BA, MS COMO PARTE DO PEDIDO;
6.  QUE, NA REUNIÃO DO G-20 DE AGOSTO DE 2013, OUTRA SÉRIE DE ACORDOS FORAM FIRMADOS ENTRE OS MEMBROS DO TRATADO, INCLUINDO A REPÚBLICA POPULAR DA CHINA E A FEDERAÇÃO RUSSA, PARA INCLUIR MEDIDAS ADICIONAIS QUE PUDESSEM SER NECESSÁRIAS PARA ASSEGURAR A PLENA APLICAÇÃO DESSE "TRATADO DE OURO";
7.  QUE, Durante O PERÍODO DE TEMPO MENCIONADO, afirmaram existir uma atuação intensa POR PARTE DO SISTEMA FIDUCIÁRIO BUSH-CLINTON-FEDERAL RESERVE para atrasar ou destruir a aplicação do presente Tratado, (esforço) do sistema, incluindo suborno, extorsão, homicídio, tentativa de homicídio E ROUBO POR CONVERSÃO E FRAUDE POR engano;
8. QUE ESTA OPERAÇÃO DE ATRASO, INCLUIU recentemente AMPLAS MENTIRAS e truques DE membros do TESOURO DOS ESTADOS UNIDOS, COM RELAÇÃO AO "PAGAMENTO DE FUNDOS PARA MICHAEL C. COTTRELL, ET AL., E outros". QUE, No entanto, esses "pagamentos" foram SUPOSTOS FINANCIAMENTOS DE CONTAS COM O BANCO Wells Fargo e outros, mas QUE não EXISTE acesso a esses fundos;
9.  fUI AGORA INFORMADO QUE, AQUELES QUE ESTAVAM NO PODER DA TESOURARIA DOS ESTADOS UNIDOS têm continuamente EMITIDO FALSAS INFORMAÇÕES SOBRE OS CÓDIGOS ENTREGUES A MIM E SOBRE O FINANCIAMENTO DO NOVO TESOURO DOS ESTADOS UNIDOS para implementaÇÃO Do "TRATADO DE OURO", PARA ATRASAR o colapso do SISTEMA FIDUCIÁRIO E DE DERIVADOS, A PONTO DE QUE (EM) NUMEROSOS RELATÓRIOS DAQUELES, QUE ME "PAGARAM OU estão em processo de PAGAMENTO" - foI e É uma mentira.
QUE NÃO Fui contactado NEM VISITADO PARA RECEBER INFORMAÇÕES OU PAGAMENTO - até agora "(06:00 h ET, sábado 20 de dezembro, 2014).
EU, MICHAEL C. COTTRELL, BA, MS, PRESIDENTE DA PENSILVÂNIA INVESTMENTS, INC., Localizada EM 1157, West 7th ST., Erie, PA 16502, por meio deste, juro e afirmo que as informações acima são verdadeiras e (BASEADAS EM) Fatos .
Michael C. Cottrell, 20 de dezembro de 2014.
Outra pessoa lutando para dizer que está no controle dos fundos do mundo, Neil Keenan, também publicou na semana, passada um vídeo afirmando que teve acesso aos gigantescos depósitos subterrâneos  do ouro e tesouros na Indonésia.
O vídeo mostrou uma caixa sendo aberta, contendo "barras de ouro" fortemente oxidadas, apresentando manchas verdes (cobre?). Estamos esperando Keenan mostrar vídeos dos "enormes depósitos subterrâneos de ouro".
Outra pessoa em busca do tesouro do mundo, o chefe da loja italiana P2, Marco di Mauro, entretanto, desapareceu nas Filipinas. Fontes da P2 dizem que suspeitam que tenha sido preso por agentes corruptos, ligados à cabala do governo.
Então, é claro, como informamos na semana passada, a chefe do FMI, Christine Lagarde, deu prazo aos EUA, até janeiro, para renunciar dos direitos de voto da referida instituição.
Por outra parte, um representante do governo da Arábia Saudita também contatou a SDB na semana passada, ofertando "comércio financeiro especializado" e prometendo que o governo saudita iria enterrar o machado de guerra com os iranianos e trabalhar no sentido de uma solução global para os problemas do Médio Oriente.
Toda essa competição por cargos, indica que esses agentes bem colocados do poder, estão antecipando algum tipo de anúncio ou troca.
Na semana passada, também houve mais sinais de ataques secretos de alto nível contra o governo corporativo dos EUA. Especificamente, cortaram temporariamente a luz do Departamento de Estado e do Federal Reserve Board,  em meio a apagões e instabilidade da Internet.
Também os meios de comunicações corporativos agora tem divulgado histórias, culpando o governo dos EUA da derrubada do voo Malaysia Airlines 370.
O governo corporativo dos EUA, por sua vez, está em pé de guerra contra a Coreia do Norte por alguma razão misteriosa. 
A história do Departamento de Estado dos EUA sobre a Sony Pictures ter sido hackeada pela Coreia do Norte é um exemplo disso.
De acordo com especialistas de TI, o ataque cibernético, atribuído à Coreia do Norte, só poderia ter sido feito por alguém de dentro da sede norte-americana da Sony.
Como disse um especialista: "O ataque a Sony foi um trabalho interno. 100 terabytes é grande demais para ser transmitido através da Internet. Numa velocidade superior de banda larga, levaria 661 dias, na velocidade máxima dos EUA para ser transmitido e 2.315 dias na Coréia do Sul (e em geral no setor da Ásia/Pacífico) na sua maior velocidade de transmissão maior.
"Agora os EUA está culpando a Coreia do Norte por abusos dos direitos humanos, possivelmente para desviar a atenção do mundo de seu próprio uso generalizado de tortura. Os norte-coreanos responderam, citando os principais pensadores dos Estados Unidos, como Joseph Nye e Richard Haas, afirmando: "Os Estados Unidos está se reduzindo a escória da história".
A Sociedade do Dragão Branco não se envolve no dia-a-dia da política, só atua quando a vida e a civilização estão enfrentando alguma ameaça existencial. Agora é essa hora. Mensagem para o complexo militar-industrial: ACORDEM!
Autor: Benjamin Fulford
Fonte primária: http://benjaminfulford.net
Fonte secundária: BenjaminFulfordCastellano
Tradução: Sementes das Estrelas / Candido Pedro Jorge

http://sementesdasestrelas.blogspot.com.br/2014/12/benjamin-fulford-o-regime-norte.html

Obviamente Falso

 
Benjamin Fulford  -  12.01.2015
 
“O falso incidente em Paris foi dirigido para derrubar a Monarquia Saudita”
 
O falso incidente de Paris está dirigido a demolir a casa de Saud"
O incidente terrorista em Paris na semana passada, foi claramente dirigido para preparar a opinião pública do Ocidente para uma operação para acabar com a monarquia saudita.
A operação, consistiu em fazer com que  uma revista francesa publicasse caricaturas de um tipo que conduziriam à pena de morte na Arábia Saudita, para logo em seguida fingir a execução da equipe da revista. Isso serviria para sensibilizar e irritar a opinião pública ocidental sobre o tipo de coisas que o governo saudita promove.
É um fato de que a monarquia saudita financiou e promoveu durante anos uma seita radical obscurantista do Islã, conhecida como wahabismo.
Também têm trabalhado em estreita colaboração com a família criminosa nazista de Bush durante décadas, em seu projeto de substituição da democracia ocidental por uma ditadura totalitária.
Este (Arabia Saudita)  é um país em que, aquele que for pego num relacionamento adúltero, o castigo, hoje, será enterra-lo na areia até a cintura e depois apedreja-lo até a morte.
Também é um país em que se pode morrer de forma arbitrária ao se questionar o controle da família governante.
Quando estive lá, fui aconselhado de que se tivesse um acidente de transito, deveria fingir estar ferido para ser levado a um hospital, em vez de ir uma delegacia de polícia. Disseram-me que se eu acabasse numa delegacia de polícia poderia nunca sair.
A família mafiosa neste país tem usado sua riqueza petrolífera para criar exércitos de fanáticos ignorantes em todo o mundo.
Portanto, para cortar o financiamento de fascistas islâmicos, decapitar o regime saudita seria uma boa maneira de começar. Ou pelo menos é o que parece estar acontecendo nas mentes das pessoas que organizaram a realização dos acontecimentos de Paris.
Todavia, existe um aspecto mais profundo nesta história.
Os sauditas representam-se por um governo escravo, controlados por elementos da loja maçônica P2, que desejam provocar uma batalha entre o cristianismo e o islamismo, a fim de obrigá-los a formarem uma só religião ou uma única religião mundial, secretamente controlada por eles.
Criaram e financiaram os wahabitas e outros falsos grupos extremistas muçulmanos, com a finalidade de criar um bicho-papão, para que fossem atacado pelos exércitos ocidentais submetidos à lavagem cerebral.
O final do jogo seria o estabelecimento de uma ditadura mundial fascista, controlada por um pequeno grupo de famílias consanguíneas. Nesta versão, a família real saudita é apenas um peão, apenas atuando no papel de vilão.
Quando meu pai, Dwight Fulford, foi embaixador do Canadá na Arábia Saudita, até o final de 1980, os membros da família real saudita que conheceu, tentaram ler os Protocolos dos Sábios de Sião. Um príncipe saudita também disse a este escritor: "Trabalhamos sob suas ordens por um longo tempo". A história que estavam transmitindo aos sauditas é a de que um grupo secreto "sionista" manipula os acontecimentos mundiais, para tomar o controle do planeta.
Por sua vez, o presidente francês, François Hollande, na televisão pública responsabilzou os "les Illumines" pelo incidente. Les Illumines é a palavra francesa para Illuminati.
Os Illuminati a que estava se referindo, provavelmente são do grupo gnóstico Illuminati, um grupo que reivindica o mérito para as revoluções americana, francesa e russa.
Este grupo intenciona acabar com o sistema de linhagens familiares na Europa. Hollande é filiado à loja maçônica francesa "Grande Oriente", que o colocaria no ramo francês da família Rothschild.
Os Illuminati, anteriormente disseram à Sociedade do Dragão Branco que querem, também, por um fim ao regime de linhagem da família europeia, no Oriente Médio.
Agora vamos dar uma olhada para o que está acontecendo no Oriente Médio.
O que vemos é uma aliança entre a Turquia, Síria, Irã, Iraquianos xiitas e o Pentágono, aparentemente lançada contra Israel, Arábia Saudita, Jordânia e Egito. Turquia, Síria, Irã e xiitas iraquianos juntos podem lidar com um exército moderno de mais de 1,5 milhões de homens.
Egito, Arábia Saudita, Israel e Jordânia podem se reunir com pouco menos de um milhão. Se o Pentágono e a Rússia apoiarem a aliança turca e, aparentemente parecem fazer, isso essencialmente significa que a Arábia Saudita, Egito e Israel não têm outra escolha senão a de integrarem a aliança turco/iraniana ou serem militarmente esmagados.
Agora vamos olhar para esta situação do ponto de vista dos Estados Unidos.
Lá está o regime que teimosamente está agarrado ao poder, em Washington, recusando-se a contar a verdade sobre o 11.09.2001 e o golpe fascista que se seguiu.
Fingem também que nada de significativo (do regime de Obama) aconteceu no grande evento PR (Press Release, conferências de imprensa) francês na semana passada, que se seguiu ao falso ataque terrorista.
Este é o mesmo regime que está ameaçando vetar o plano do oleoduto Keystone, para trazer petróleo do Canadá para os Estados Unidos. Aparentemente, pensam que é melhor para os EUA importar seu petróleo do fanático regime escravagista, financiador dos sionistas na Arábia Saudita, em vez do pacífico e democrático Canadá.
O Pentágono, muito sensatamente, não está mais obedecendo às ordens do regime.
O futuro secretário de Defesa Ashton Carter, quando assumir o cargo no próximo mês, sabe que o mundo vai parar de financiar o Pentágono e o regime dos Estados Unidos, a menos que sejam tomadas medidas contra os criminosos de guerra neo-con, começando com a família Bush, que o regime continua  protegendo.
Agora, de volta para a Europa. A França foi atacada, imediatamente após o presidente Hollande pedir o fim das sanções contra a Rússia.
A Alemanha também está falando na criação de um acordo de segurança conjunto com a Rússia, tornando possível a aposta que um incidente "terrorista" também ocorra lá.
Isto acontece, enquanto os EUA anunciaram o fechamento de 15 bases militares na Europa e concentrando seu poder militar na Inglaterra. A Inglaterra também está se movendo para fora da UE, com o objetivo de se tornar uma espécie de Suíça do Atlântico.
Enquanto isso, a Grécia, que é governada em segredo pela família real britânica (o marido da rainha Elizabeth, Philip nasceu como príncipe da Grécia e Dinamarca), está prevista para,  em 25 de janeiro escolher um governo que deixará o Euro,  controlado pelos alemães.
Portanto, vamos tentar visualizar o grande panorama do que está acontecendo.
Temos um novo superestado emergente no Oriente Médio. Rússia e Alemanha substituindo os EUA como os principais patrocinadores da segurança na Europa continental. A Inglaterra se distanciando da Europa e reconstruindo suas pontes com o mundo Anglo Saxão.
Na Ásia, por sua vez, a China tem feito um bom trabalho, escondendo a potencia em que na realidade se tornou. A estatística impressionante diz tudo: nos últimos 3 anos, a China produziu mais cimento do que o produzido nos EUA em todo século 20.
A China quer tranquilizar seus vizinhos e o resto do mundo de que não representa nenhuma ameaça. Assim, não só tolera, mas financia esforços do Pentágono para defender os países que fazem fronteira com ela. Como parte disso, (como mencionado anteriormente neste boletim), a China concordou com uma fusão entre a Coreia do Norte, Coreia do Sul e Japão, sob a proteção do Pentágono.
Para tanto, o Pentágono mudou 60% de suas forças para a Ásia, enquanto os russos e alemães assumem o papel de proteger a Europa continental. O mundo muçulmano, por sua vez, se tornará novamente forte e independente, excetuando os fanáticos radicais.
Outra notícia que caiu sob o radar na semana passada, é que a China acaba de chegar a um acordo com o Caribe, América Central e América do Sul (o "quintal" dos EUA) para aumentar o comércio bilateral para 500 bilhões de dólares por ano.
E, em Washington DC, temos um regime minoritário, realizando tolos atos antissociais, como incitar distúrbios raciais, falsos ataques de hackers da Coréia do Norte, etc.
Na maturidade psicológica, se assemelha a uma criança que tem um acesso de raiva depois de ter tirado o seu doce.
 
Autor: Benjamin Fulford 
Fonte primária: http://benjaminfulford.net
Fonte secundária:  BenjaminFulfordCastellano
Tradução: Sementes das Estrelas / Candido Pedro Jorge
Postado por: 
sementesdasestrelas.blogspot.com.br

 

Contato

 

11:11

UMA ALAVANCA PRÉ CODIFICADA COLOCADA EM NOSSA MEMÓRIA CELULAR ANTES DE VIRMOS AO PLANETA TERRA.

QUANDO ATIVADA SIGNIFICA QUE O NOSSO TEMPO DE CONCLUSÃO NO LIMITE, NA DOR E NO SOFRIMENTO ESTÁ PRÓXIMO.

 

Mestre Adama de Telos
 

 

                

INDIGOS

* Reconheço que tenho um lugar no plano divino, onde me encaixo perfeitamente e o estou ativando agora!

* Reconheço e aceito o potencial que a Terra tem para apoiar meu crescimento espiritual e me disponho a cooperar com ela de todas as maneiras possíveis agora!

Jomarion... Assinatura Pleiadiana

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Novo catálogo

Este catálogo está vazio.

Etiquetas

A lista de etiquetas está vazia.